Lagartas falsas indicam em que locais há maior número de predadores

Capa do post com o título "Lagartas falsas indicam em que locais há maior número de predadores" e a imagem ao fundo de uma lagarta falsa sobre uma folha.

Uma matéria publicada no site da Science aponta as principais conclusões de um estudo científico que usou uma metodologia pouco comum. Os pesquisadores utilizaram lagartas falsas verdes-claras, feitas de um tipo de argila, e as colocaram em diversos locais ao redor do mundo.

O objetivo era tentar saber, dentre os lugares escolhidos, onde haveria uma maior taxa de predação. Por meio de 2.900 cópias dessas lagartas de argila e da contagem de todas as marcas de interação em seus corpos, os cientistas concluíram que a maior quantidade de ataques ocorreu nos trópicos ou em baixas elevações em relação ao nível do mar.

Por meio de uma análise “forense”, os pesquisadores conseguem distinguir se as marcas nas lagartas de argila foram feitas por bicos de aves, dentes de roedores ou até mesmo pelos aparelhos bucais de formigas.

O artigo científico no qual a matéria se baseou traz resultados interessantes, como o fato de os ataques diários diminuem 2,7% para cada grau de latitude — ou seja, quanto mais distante da linha do Equador, menor a quantidade de marcas de interação com as lagartas.

As conclusões às quais os pesquisadores chegaram também dão um indicativo de algo que já era esperado: maior diversidade de predatores nos trópicos e em locais mais próximos da linha do Equador.

Contudo o resultado pode dar uma falsa impressão de que o número de todos os predadores encontra-se mais concentrado nos trópicos. As lagartas utilizadas eram de um aspecto, cor, cheiro, tamanho específicos, de modo que selecionaram o tipo de predadores que considerariam capturá-las.

Portanto, os resultados descrevem a quantidade de predadores desse tipo de lagarta ao longo das latitudes estudadas. Muito embora uma maior diversidade de organismos predadores esteja, provavelmente, em regiões tropicais ou equatoriais, é necessário um estudo maior com diferentes seres vivos pertencentes a diferentes níveis tróficos para que possamos considerar essa situação como mais próxima da realidade.


Imagem:
Spatial Foodweb Ecology Group

Referência:
Science | AAAS

Lagartas falsas indicam em que locais há maior número de predadores
4.7 (93.33%) 3 votes

Você pode gostar...