Por que os dias são mais longos no verão?

Capa com o título "Por que os dias são mais longos no versão", com o céu com nuvens em um dia iluminado ao fundo.
Por que os dias são mais longos no verão?
4.2 (84.35%) 46 votes

O horário de verão chega para economizar energia, aproveitando a época do ano em que os dias são maiores que as noites.

Mas por que existe essa diferença na extensão dos dias?

Antes da resposta, precisamos entender os conceitos de solstício e equinócio.

No hemisfério sul, o dia mais curto do ano marca o início do inverno e é conhecido como solstício de inverno — ocorre no final de junho. Entenda “dia” aqui como a porção do período de 24 horas em que uma região da Terra recebe iluminação pelo Sol.

O dia mais longo marca o início do verão e acontece no fim de dezembro, quando se dá o solstício de verão.

Solstício vem do latim, das palavras sol (Sol) e sistere (que não se move).

Quando o dia e a noite têm a mesma duração, damos o nome de equinócio. Esse evento ocorre duas vezes ao ano, quando começa a primavera (equinócio de primavera) e quando começa o outono (equinócio de outono).

Equinócio vem das palavras latinas aequus (igual) e nox (noite).

Esses fenômenos ocorrem porque o eixo de rotação da Terra é inclinado em relação à trajetória que ela faz em torno do Sol. Esse ângulo é de aproximadamente 23 graus e meio, como mostra a figura abaixo.

Devido a essa inclinação, durante o verão do hemisfério sul, o pólo sul fica mais voltado para o Sol do que o pólo norte. É nessa estação que o hemisfério sul fica mais exposto aos raios solares em comparação ao hemisfério norte, como mostra a figura. Consequentemente, nesse exemplo, os dias serão mais longos nas localidades abaixo da linha do Equador.

Repare que no hemisfério sul a área clara é maior que a área escura. Já que é verão no hemisfério sul nesse período, é inverno no hemisfério norte.

Diagrama mostrando inclinação de 23 graus e meio do eixo da Terra e maior exposição do hemisfério sul aos raios solares durante o verão

Acompanhe abaixo as datas de início das estações do ano tanto no Hemisfério Sul quanto no Hemisfério Norte, de 2011 a 2020:

Estações no Hemisfério Sul (HS) e Hemisfério Norte (HN)
Ano Equinócio de Outono (HS) Solstício de Inverno (HS) Equinócio de Primavera (HS) Solstício de Verão (HS)
Equinócio de Primavera (HN) Solstício de Verão (HN) Equinócio de Outono (HN) Solstício de Inverno (HN)
2011 20 de Março 21 de Junho 23 de Setembro 22 de Dezembro
2012 20 de Março 20 de Junho 22 de Setembro 21 de Dezembro
2013 20 de Março 21 de Junho 22 de Setembro 21 de Dezembro
2014 20 de Março 21 de Junho 23 de Setembro 21 de Dezembro
2015 20 de Março 21 de Junho 23 de Setembro 22 de Dezembro
2016 20 de Março 20 de Junho 22 de Setembro 21 de Dezembro
2017 20 de Março 21 de Junho 22 de Setembro 21 de Dezembro
2018 20 de Março 21 de Junho 23 de Setembro 21 de Dezembro
2019 20 de Março 21 de Junho 23 de Setembro 22 de Dezembro
2020 20 de Março 20 de Junho 22 de Setembro 21 de Dezembro

O tempo de exposição à luz solar em uma região varia de acordo com sua distância em relação ao pólo de seu hemisfério.

Quando é verão nos pólos, são meses sem o pôr do Sol e no inverno são meses de escuridão.

Já durante o verão europeu, muitos turistas se encantam com o fato de escurecer apenas depois das 20h.


Imagem 1: Wajahat Mahmood via Flickr

Imagem 2: Blog da Ciência



Você pode gostar...